poliTICs 5

Faz parte da natureza humana a busca por laços de parceria - isso não é novidade, tem sido assim desde que começamos a andar pela Terra. A Internet trouxe novas possibilidades de realização deste anseio - e com ela, as dinâmicas de trabalho colaborativo, a ética do compartilhamento livre, do conhecimento aberto e novas formas e espaços para encontro e relações entre parceiros tomaram tal dimensão, que impactam estruturas e culturas dentro e fora da Internet, não apenas no campo do trabalho, da criatividade e da aprendizagem, mas também no campo da espiritualidade e nas perspectivas de sustentabilidade da vida no planeta.

Edição de novembro . Ano 2009

Cultura Aberta

Ao final de cada ano, desde 1927, a revista estadunidense TIME faz um perfil da pessoa, ou das pessoas que, na opinião dos editores, “mais afetaram as notícias e nossas vidas, para o bem ou para o mal”. Em 2006, mudando o foco de matérias anteriores sobre presidentes, cientistas e juízes, os editores da TIME escolheram “Você” como a pessoa do ano. Em 2006, a World Wide Web, de acordo com a TIME, “se transformou em uma ferramenta para agregar as pequenas contribuições de milhões de pessoas, tornando-as relevantes.” O que os editores da TIME reconheceram foi que uma transformação sísmica no acesso à tecnologia significou que milhões de pessoas através do globo agora têm voz e têm um público para suas ideias.

Open Everything Mindmap

Leia na edição de novembro de 2009. Michel Bauwens foi, durante anos, um empreendedor da área de tecnologia de informação, trabalhando como consultor para grandes empresas norte-americanas e européias. Paralelamente Bauwens se dedicou, desde a década de 90, aos estudos sobre a 'metafísica da tecnologia' e a antropologia das sociedades digitais - produzindo documentários, editando livros e proferindo palestras e cursos. Em 2002, fundou a Peer to Peer Alternatives Foundation (ou P2P Foundation), e desde então o foco de seu trabalho tem sido a produção, a governança e a propriedade compartilhadas e modelos de cooperação humana baseados na abertura, na liberdade, nas práticas participativas e orientadas aos commons.

O Portal do Software Público Brasileiro em primeira análise

No final do ano de 2008 foi iniciada uma pesquisa sobre o impacto do software público na sociedade brasileira. O principal objetivo das investigações que serão aqui apresentadas sobre o Software Público Brasileiro é o de analisar as oportunidades do modelo e suas implicações sociais como resultado do estágio atual da Sociedade da Informação, caracterizada por práticas e relações estabelecidas segundo a lógica de produção compartilhada de conhecimento. A rede social do Portal do Software Público é composta de uma variedade de atores envolvidos em uma complexa rede de relações criada com a finalidade de desenvolvimento do software público no Brasil.

Cultura compartilhada e formação de redes locais: a experiência do Tangolomango

Criado em 2002, o Tangolomango é um projeto pioneiro de tecnologia social de produção colaborativa. A partir de um conceito de cultura popular abrangente, que incorpora diferentes linguagens e estéticas, o Tangolomango promove o intercâmbio de saberes e práticas culturais, valorizando o diálogo como via de produção de novas ações e produtos. Seu nome, que designa uma brincadeira de roda popular em várias regiões do nordeste do país, foi escolhido por expressar o espírito do trabalho. Baseado, desde seu início, em eventos presenciais, através de espetáculos anuais produzidos de forma compartilhada por diferentes grupos de música, artes cênicas e audiovisual, o projeto inicia em 2009 uma nova fase, com a criação de um portal na Internet.

O lugar da Educação no confronto entre colaboração e competição

Em 2007, a Câmara de Comércio Americana (AmCham) pôs em prática, em escolas de primeiro grau de São Paulo, um projeto contra a pirataria, voltado para crianças e adolescentes de 7 a 15 anos. Em parceria com a Secretaria de Educação do Estado de São Paulo, os cursos miravam um público em idade de formação de valores, que alguns anos depois adentra a faixa etária que é hoje a maior consumidora de produtos piratas, aquela de 16 a 24 anos. A iniciativa bélica da AmCham é apenas mais um capítulo de uma guerra que se luta em vários fronts.

Páginas

 

Contato

Se preferir, você pode utilizar o nosso

 

Endereço

Largo do Machado 29, sala 702
Galeria Condor - Largo do Machado
Rio de Janeiro . RJ
CEP 22221 901
Brasil