Skip to main content

poliTICs 10 - agosto 2011

Versão para impressãoSend by emailVersão PDF

Esta edição da poliTICs traz provocações que estimularão várias polêmicas - pelo menos, assim esperamos. Abrimos a edição capa politics 10com o sociólogo Sergio Amadeu afirmando a origem cibernética da internet, e, ao analisar algumas das tentativas atuais de controle sobre os usuários e usuárias da rede mundial, aponta algumas das motivações por trás do projeto de Lei Sobre Crimes de Informática (PL 84/99), também conhecido como “Lei Azeredo” – segundo ele, um “Cavalo de Troia” legislativo.

Avri Doria – pesquisadora, ativista, engenheira – escreve sobre um tema que é considerado sacrilégio em espaços como a ICANN e a IETF: as raízes alternativas. A ideia da possibilidade de criação de sistemas de nomeação (DNS) alternativos para muita gente significa a possibilidade de fragmentação da internet – argumento do qual Avri discorda brilhantemente neste texto raro.

Michael Gurstein lança um olhar crítico sobre a defesa irrefletida da abertura de dados (especialmente os governamentais). Uma série de posts em seu blog gerou o artigo que trazemos nesta edição – origem de uma acalorada discussão online que vale a pena checar. Fechando a edição, Wolfgang Kleinwächter, professor da Universidade de Aarhus, chama atenção para o interesse crescente dos governos sobre os processos de formulação de políticas e de governança da rede mundial de computadores, e para aquilo que ele considera uma “febre dos princípios da internet”.

Esperamos que você aprecie a leitura, participe e opine.

Um abraço,

Graciela Selaimen – Editora da poliTICs

--->