Skip to main content

01 De volta à névoa: o futuro do Facebook

Versão para impressãoSend by emailVersão PDF

De volta à névoa: o futuro do Facebook
Jose Marichal - Professor Associado de Ciência Política Universidade Luterana da Califórnia

É óbvio que o Facebook tornou-se um sólido fenômeno global com mais de um bilhão de contas pelo mundo afora. Mas o que a influência global do Facebook significa para o nosso ‘eu’ político? Está bem entendido que o crescimento do Facebook nos leva a criar um “segundo eu” online que, embora relativo ao nosso eu primário, não é simplesmente uma reprodução digital dele. O que ainda não entendemos, contudo, é como esses nossos “segundo eu” e “eu primário” se interrelacionam e como eles nos ajudam a nos relacionarmos com o mundo. Comecei a escrever meu livro Facebook Democracy com essa citação da mística obra Viagem a Ixtlan, de Carlos Castañeda, onde o índio yaqui Don Juan oferece conselhos ao jovem Castañeda: É melhor apagar toda a sua história pessoal; assim, nos isentamos das expectativas que as pessoas têm de nós. Pouco a pouco, fui criando uma névoa no entorno da minha pessoa e da minha vida. E agora, ninguém sabe ao certo quem sou ou o que faço. Nem mesmo eu. Como posso saber quem sou quando sou tudo isso? Pouco a pouco, você precisa ir criando uma névoa à sua volta; precisa apagar tudo à sua volta...

AnexoTamanho
02_07_OFuturoDoFacebook_poliTICs_15.pdf1.42 MB
--->