Skip to main content

Redes e estados-nação

Versão para impressãoSend by emailVersão PDF

O século 20 foi um século de instituições e de centralização do poder. Esta centralização foi impulsionada inicialmente pelo capital industrial e, em seguida, pelo capital financeiro e da indústria cultural. Agora nós estamos assistindo à mudança para um capitalismo da sociabilidade, que ao mesmo tempo é ativado por e requer novas estruturas de organização para a sua exploração. Como sempre, a agonia do velho é mais visível do que os passos hesitantes do novo; a crise do capital financeirizado do qual nós viemos a depender tem prioridade nos meios de comunicação - que também estão morrendo.

Neste buraco, novas estruturas estão nascendo. Muitas delas se parecem com empresas tradicionais – como o Facebook, tentando afetar o capitalismo da sociabilidade inteiramente dentro do modelo de uma estrutura corporativa tradicional, tentando criar capital de rede e ao mesmo tempo mantendo o controle institucional...

Eleanor Saitta é hacker e designer, co-fundadora do projeto Trike, e do Constitutional Analysis Support Team (CAST)

AnexoTamanho
19_RedesEstado-Nacao_Politics12.pdf1.43 MB
--->